Dia dos avós- uma singela homenagem á aqueles que tanto nos amam

Assim que descobri que dia 26/07 é o dia dos avós, não pensei duas vezes para fazer este post homenageando-os.

A minha relação com os meus avós é muito boa, eles são como pai e mãe pra mim com bônus de mimação nível hard!!!

Porém, hoje em especial, quero homenagear o meu avó Zé que desde 2011 não está mais entre nós!

Carta de saudades ao meu eterno e amado avô Zé do Mato

Vô,

Desde que você se foi, as coisas não são mais as mesmas. Os meus Domingos ficaram mais cinzas e chatos; o meu Natal anda incompleto  e a saudade, que eu achava que o tempo diminuiria, só aumenta.

Ainda não consigo passar em frente á sua casa, mesmo com todas as modificações realizadas pelo novo dono. Ainda te vejo na varanda, esperando eu, mamãe e papai chegar para te ver ou quando olho na esquina, consigo te ver descendo do ônibus ansioso porque estamos te esperando chegar e me dá vontade de sair correndo mais uma vez em sua direção para lhe dar bença e ouvir a sua risada de felicidade.

Sinto falta de saber que se um dia, os meus pais me expulsassem de casa, eu teria um lugar para morar. Você sempre deixava a porta da sua casa aberta, caso eu precisasse.

Sinto falta de ouvir os seus causos, que na maioria das vezes deixava mamãe preocupada, pois você já não tinha mais idade para aprontar e ainda aprontava como se fosse um adolescente.

Ainda não consigo usar vestido vermelho, pois lembro de ti me chamando de dama de vermelho naquele último Natal em que passamos juntos.

A sua risada ainda ecoa na minha mente, pois não importava a situação, você sempre sorria. Você ria mesmo quando a gente brigava e  por conta disso, acabávamos rindo e esquecendo o problema.

Outro dia, ouvi a frase que me marcou para sempre:

Saudades é o amor que fica!!

Me marcou porque eu sei que o tamanho da saudades que eu sinto de ti, é o tamanho do meu amor. A intensidade também. Chega a ser absurdo e a doer de uma tal maneira, que poucos entendem.

Onde estiver, olhe por nós e não esqueça que te amamos.

Bença vô!

Um dia nos encontraremos novamente!